Home » » Top 5 - Filmes de Terror preferidos

Top 5 - Filmes de Terror preferidos

Pois é. Cá estamos. E esta é a noite de Halloween.

Pessoalmente, o Halloween diz-me pouco. Quando era miúdo tal festa não existia em Portugal. Era no Carnaval que andávamos mascarados e o Halloween era apenas aquela coisa com as abóboras, associada a monstros, bruxas e lendas, que víamos nos filmes americanos como 'E.T.' ou claro, o clássico moderno 'The Nightmare Before Christmas' de Tim Bur...., de Henry Selick (era só para ver se estavam atentos!).

Contudo, há apenas meia dúzia de anos, de repente o Halloween tornou-se uma 'coisa' em Portugal. Creio que esta aceitação de uma festa que tradicionalmente nunca foi nossa surgiu por uma combinação natural de várias variáveis, nomeadamente a vontade de emularmos esse nosso imaginário de infância dos filmes, dos livros e das séries dos velhos EUA, a nossa vontade inata de arranjar mais um pretexto para a borga (e ainda por cima no dia seguinte é feriado!) e claro, não menos importante, a necessidade dos comerciantes arranjarem mais um evento para fazer negócio, antes de entrarem em modo-Natal.

Porque o Halloween surgiu quase à força como uma 'tradição' moderna em Portugal, realmente nunca associei cinema a ele, como associo, com nostalgia e ternura, a outras épocas como o Natal e a Páscoa, cujas listas de filmes icónicos já publiquei nestas páginas. Claro que podemos citar filmes de Halloween, como o dito de Tim Bur... de Henry Selick, e a sua incrível sequência 'This is Halloween' que hoje enche as páginas de facebook por esse mundo fora. Do mesmo modo, os sites de cinema replicam listas de filmes de terror/horror para ver nesta noite, mas essas listas geralmente giram à volta das várias franchises de filmes slasher de adolescentes (tudo desde 'Halloween', 'Friday the 13th', 'Scream' e respectivas sequelas e remakes, até aos mais recentes 'Hostel' ou 'Paranormal Activity') ou tudo o que seja série de TV ou filme relacionado com as novas modas do paranormal, bruxas, vampiros e outros seres do fantástico (os 'Twilights' desta vida...).

Por aqui, só para ser diferente, em vez de repetir essas listas que o leitor bem pode ver (e provavelmente já viu) noutros sítios, esqueço o slasher moderno e centro-me na história do cinema para lhe deixar cinco sugestões que pode, ou não, ver no decorrer desta noite... se se atrever! Para mim estes são cinco dos filmes mais assustadores da história do cinema. Vá, podem não ser aqueles que produzem mais sustos (qualquer filme de adolescentes produz sustos), e vá, podia ter escolhido outros como 'The Exorcist', 'Psycho', 'Nosferatu' (qualquer das versões), 'Rosemary's Baby' ou 'Ringu'. Mas estes cinco filmes, para mim, detêm tudo aquilo que um bom filme de terror deve ter; qualidade cinematográfica misturada com uma boa dose de sustos de gelar a espinha e carradas de terror/horror (e por vezes humor) psicológico. Há filmes que mexem connosco e nos assustam, mas esquecemos no dia a seguir. E depois há filmes que ainda hoje nos atormentam. Esses é que são, sem sobra de dúvida, os melhores.


5. Evil Dead II

Ano: 1987

Realizador: Sam Raimi

Actores principais: Bruce Campbell, Sarah Berry, Dan Hicks

Duração: 84 min

Numa frase: O melhor remake mascarado de sequela de um filme de terror de sempre; sustos, gore, sangue, clichés, ainda mais sangue, actores fracos, ainda mais sustos - tudo num pacote extremamente cool de irreverência autoconsciente. Melhor cena: a da mão assassina.




4. Don't Look Now

Ano: 1973

Realizador: Nicolas Roeg

Actores principais: Julie Christie, Donald Sutherland, Hilary Mason

Duração: 110 min

Numa frase: Um fantástico e desconcertante thriller psicológico passado em Veneza, que joga com as emoções profundas e guturais quer das personagens, quer do espectador, e que possui um final de gelar a espinha.





3. Dead of Night

Ano: 1945

Realizador: Alberto Cavalcanti, Charles Crichton, Basil Dearden, Robert Hamer

Actores principais: Mervyn Johns, Michael Redgrave, Roland Culver

Duração: 103 min

Numa frase: O precursor de programas como 'Twilight Zone' ou 'Alfred Hitchcock Apresenta'; um filme em mosaico que apresenta contos do sobrenatural de forma sóbria e incisiva, tipicamente inglesa, mas que resulta de forma ainda mais assustadora, provavelmente por causa disso.




2. Suspiria

Ano: 1977

Realizador: Dario Argento

Actores principais: Jessica Harper, Stefania Casini, Flavio Bucci

Duração: 98 min

Numa frase: Brilhante, magnífico e incrivelmente assustador - um filme que Argento gere divinalmente, fazendo o espectador embrenhar-se cada vez mais numa espiral de tensão e terror, até que tudo é libertado na soberba cena em que Jessica Harper percorre um corredor muito lentamente sem saber o que vai encontrar ao fundo. A primeira vez que vi o filme estava sozinho em casa e acreditem, estava gelado de medo e com o coração nas mãos, pela pobre Jessica... e por mim!



1. The Shining

Ano: 1980

Realizador: Stanley Kubrick

Actores principais: Jack Nicholson, Shelley Duvall, Danny Lloyd

Duração: 146 min

Numa frase: O melhor filme de terror de sempre; um filme onde a perfeição estética e a construção fantástica costumeira de Kubrick  casam com uma forma inteligente e subtil de fazer terror. É um filme que não se preocupa muito com os clássicos artifícios do terror (embora até os tenha). Mas está 100% preocupado com as sensação que produz no espectador, e  Kubrick não descansa até as ter levado todas ao limite do suportável, até ao momento em que um simples intertítulo com uma hora é mais assustador que todas as cenas gore ou creepy que se possam fazer (aliás, para mim esse intertítulo é o momento mais assustador de todo o filme).


Bom Halloween!

0 comentários:

Enviar um comentário

Porque todos somos cinema, está na altura de dizer o que vos vai na gana (mas com jeitinho).

Vídeo do dia

Citação do dia

Top 10 Posts mais lidos de sempre

Com tecnologia do Blogger.

Read in your language

No facebook

Mais lido da semana

Grandes compositores. Grandes realizadores. Grandes bandas sonoras. Grandes filmes. – Maurice Jarre e David Lean

Há uns dias na crónica ‘Grandes compositores. Grandes realizadores. Grandes bandas sonoras. Grandes filmes – introdução a um ciclo de c...

Quem escreve

Quem escreve
Miguel. Portuense. Nasceu quando era novo e isso só lhe fez bem aos ossos. Agora, com 31 anos, ainda está para as curvas. O primeiro filme que viu no cinema foi A Pequena Sereia, quando tinha 5 anos, o que explica muita coisa. Desde aí, olhou sempre para trás e a história do cinema tornou-se a sua história. Pode ser que um dia consiga fazer disto vida, mas até lá, está aqui para se divertir, e partilhar com o insuspeito leitor aquilo que sente e é, quando vê Cinema.

Visualizações

Seguidores Blogger

Seguidores Google+

 
Copyright © 2015 Eu Sou Cinema. Blogger Templates