Home » , , » A Dog's Life

A Dog's Life

Ano: 1918

Realizador: Charles Chaplin

Actores principais: Charles Chaplin, Edna Purviance, Dave Anderson

Duração: 33 min

Crítica: (Esta é a segunda crítica de um ciclo sobre as 10 curtas-metragens que Charles Chaplin realizou durante o seu período com a distribuidora First National (1918-1923). Pode ler a introdução a este ciclo na minha crónica “Chaplin na First National (1918-1923) - Introdução para um ciclo de críticas” (link aqui), bem como ter acesso aos links para as restantes críticas à medida que forem publicadas.)

A primeira curta de comédia de Chaplin para a First National (antes de começarem os seus problemas conjugais) é uma curta com um excelente ritmo e que demonstra um Chaplin totalmente seguro de si próprio e a dominar em pleno a sua arte. O Vagabundo está extremamente evoluído, muito perto da sua forma definitiva, e a curta, algo longa (30 minutos) circunda temáticas clássicas da personagem. Talvez por isso, a história não é muito transcendente (o Vagabundo pobre que procura a próxima refeição de formas cada vez mais inventivas – e engraçadas – apaixona-se por uma empregada de bar e tenta por isso dar uma volta à sua vida e arranjar um emprego), mas a cada passo Chaplin retira da cartola piadas absolutamente magníficas que vão sustendo o nosso riso do início ao fim. 

Contudo há mais. Primeiro Chaplin faz-se acompanhar, na maior parte da aventura, por um pequeno cãozinho, um preâmbulo sentimental para a sua parceria com Jackie Coogan em ‘The Kid’ (1921). E depois, no final, há um vislumbre de felicidade, longe da cidade, então invulgar nas suas curtas e na sua personagem. ‘A Dog’s Life’ não é talvez a curta mais memorável de Chaplin, mas dá imenso gosto de ver, pelo ritmo da sua inventividade cómica, mas também pela mudança no Vagabundo. Pode ainda não estar trágico nem artístico. Mas está humano, sempre humano, e este é o maior trunfo desta curta, para além de ser um enorme prenúncio do que estava para vir…



0 comentários:

Enviar um comentário

Porque todos somos cinema, está na altura de dizer o que vos vai na gana (mas com jeitinho).

Vídeo do dia

Citação do dia

Top 10 Posts mais lidos de sempre

Com tecnologia do Blogger.

Read in your language

No facebook

Mais lido da semana

Grandes compositores. Grandes realizadores. Grandes bandas sonoras. Grandes filmes. – Maurice Jarre e David Lean

Há uns dias na crónica ‘Grandes compositores. Grandes realizadores. Grandes bandas sonoras. Grandes filmes – introdução a um ciclo de c...

Quem escreve

Quem escreve
Miguel. Portuense. Nasceu quando era novo e isso só lhe fez bem aos ossos. Agora, com 31 anos, ainda está para as curvas. O primeiro filme que viu no cinema foi A Pequena Sereia, quando tinha 5 anos, o que explica muita coisa. Desde aí, olhou sempre para trás e a história do cinema tornou-se a sua história. Pode ser que um dia consiga fazer disto vida, mas até lá, está aqui para se divertir, e partilhar com o insuspeito leitor aquilo que sente e é, quando vê Cinema.

Visualizações

Seguidores Blogger

Seguidores Google+

 
Copyright © 2015 Eu Sou Cinema. Blogger Templates